quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Para os dias cinzentos...



la cúmbia (prendinha de amiga)

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Ponto de vista


Onde será isto?

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Tranquilidade...


...com geleia de marmelo, compota de amora...

sábado, 27 de outubro de 2012

Contingências

video

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Hoje é um bom dia...


...para me ofereceres um arco-íris

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

so I close my eyes...

obrigada moiino

domingo, 21 de outubro de 2012

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Impunha-se

Talvez que noutro mundo, noutro livro,
tu não tenhas morrido
e talvez nesse livro não escrito
nem tu nem eu tenhamos existido

e tenham sido outros dois aqueles
que a morte separou e um deles
escreva agora isto como se
acordasse de um sonho que
um outro sonhasse (talvez eu).
E talvez então tu, eu, esta impressão
de estranhidão, de que tudo perdeu
de súbito existência e dimensão,
e peso, e se ausentou,
seja um sonho suspenso que sonhou
alguém que despertou e paira agora
como uma luz, pelo lado de fora.
Luz de Os Livros de Manuel António Pina

Ce que tu as perdu sera dans chaque note que tu joueras


...la vie est un soupir, et c'est de ce soupir dont il doit s'emparer!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Uma voltinha de lambreta



Eu: Gostava muito de ter uma lambreta
Ele: Ah, isso também eu. É a única mota em que eu gostava de circular. Isso é que era
Eu: Imagino-me a viver numa ilha grega circular de lambreta, pescar, mergulhar, cultivar. Vivia numa casa branquinha, seria uma boa vida não seria?
Ele: Bom, sair daqui e ir para a Grécia, não é dos melhores cenários nos tempos que correm… eheheh
Eu: (penso) Fim do sonho...

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

E com a chuva apetece...


para ti que temes o inesperado...

domingo, 14 de outubro de 2012

Das coisas simples






quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Retrato perfeito de hoje...não fosse o canídeo...


Ilustração de sara-a-dias, capa da Le Cool desta semana

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Desconcertante



adj. Que desconcerta, que embaraça, que surpreende. Que perturba, que desorienta...

sábado, 6 de outubro de 2012

Adolescência



quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Não é o corpo que nos prende...



The fase forgives the mirror
The worm forgives the plow
The questions begs the answer
Can you forgive me somehow
Maybe when our story's over
We'll go where it's always spring
The band is playing our song again
And all the world is green

Pretend that you owe me nothing
And all the world is green
We can bring back the old days again
And all the world is green

The moon is yellow silver
Oh the things that summer brings
It's a love you'd kill for
And all the world is green

He is balancing a diamond
On a blade of grass
The dew will settle on our grave(s)
When all the world is green
Excerto de Tema de Tom Waits

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Ainda falta muito para a noite?


Mais uma vez encontro a tua face,
Ó minha noite que julguei perdida.
Mistério das luzes e das sombras
Sobre os caminhos de areia,
Rios de palidez que escorre
Sobre os campos a lua cheia,
Ansioso subir de cada voz
Que na noite clara se desfaz e morre.
Secreto, extasiado murmurar
De mil gestos entre a folhagem
Tristeza das cigarras a cantar.
Ó minha noite, em cada imagem
Reconheço e adoro a tua face,
Tão exaltadamente desejada,
Tão exaltadamente encontrada,
Que a vida há-de passar, sem que ela passe,
Do fundo dos meus olhos onde está gravada.
A Noite de Sophia de Mello Breyner Andresen

Ainda falta muito para a noite?
Perguntava, pela tarde, a velhinha, no jardim
Queria a noite, o tempo certo para dormir. O cansaço pedia o leito, mas o dia não o permitia...